17 de outubro de 2008

Seguuuura

Olha, eu não sei vocês, mas eu tenho problemas em querer falar certas coisas.
Calma, nada grave, não vou chegar contando que você é adotado ou que eu vi sua namorada te traindo, não é isso. Mesmo porque essas coisas não são da minha conta.
Isso também não significa que eu vá falar o que me der na telha. Nem sempre querer é poder.
Mas vontade não falta.
Sempre que vejo uma etiqueta pra cima, fico com vontade de arrumar ou avisar a pessoa. Se eu conheço a pessoa, não tem o menor problema, mas se não, eu fico com muita vontade de ir lá e arrumar, só que não vou.
Isso também acontece quando a pessoa está com o rosto sujo, uma folhinha no cabelo, essas coisas.
Bom, acho que isso não é muito fora do normal. Tenho certeza de que eu não sou a única que sente vontade de avisar.
Uma coisa que me dá muita vontade de falar é quando vejo alguma mulher com um bigode bem saliente. Poxa, porque não depila? Será que a pessoa nunca reparou no próprio buço? Ninguém nunca deu a dica pra ela?
Eu já dei essa dica uma vez. Cheguei pra uma menina, na época éramos colegas de escola, e falei:
- Não me leva a mal, mas eu queria te falar uma coisa.
- Ah, pode falar.
- Não fique chateada comigo, mas eu acho que uma coisa que sempre deixa a mulher mais bonita é quando ela tira as sobrancelhas, faz o buço. Por que você não vai a um salão e experimenta fazer? Dói um pouquinho, mas vale a pena.
Sorte que ela levou numa boa. Ela seguiu meu conselho e disse que adorou.
Também já aconteceu de eu ter sido mais sutil. Uma outra amiga minha estava meio preguiçosa, e acabou deixando o buço por fazer. Em vez de eu dizer: “Ô da padaria, vai tirar esse bigode aê!” e peguei uma daquelas folhinhas com cera para depilação de rosto e dei de presente pra ela e disse: “espero que não me leve a mal”
Eu sei que tem gente que não gosta muito, mas eu vivo sugerindo aos meninos monocelhas para tirarem um pouco dos pelos ali sobre o nariz, no meio das sobrancelhas.
Mulheres que eu vejo pelas ruas com cabelos por pintar ou com cortes que não combinam com elas, eu tenho vontade de falar, sugerir.
Uma coisa que eu não me conformo é quando vejo uma mulher usando sandália e o pé dela está super ressecado que parece que jogaram farinha de trigo de tão branco que fica. Passa um creme, um óleo corporal ou qualquer produto.
Tem gente que não se importa muito com essas coisas, né?
Já vi cada gente que eu ficava pensando: “se ela alisar o cabelo assim, tirar as sobrancelhas de outro formato e não usar essa franja estranha talvez ela fique mais bonita.”
Já fiquei com vontade de dizer: “gravata e camisa de manga curta não combinam, moço”, ou então: por que você não tira os pêlos da orelha?”
Eu vejo isso como dicas positivas, vai da maneira como a pessoa encara o toque e, claro, da maneira que eu vou falar.
Bom, questão de opinião.

2 comentários:

Tadeu Carbo disse...

OQ???
Gravata e camisa de manga curta não combinam??
Hum, será que foi por isso que meu chefe me demitiu?

natalha disse...

haha por favor, caso meu bigode esteja saliente me avise, ta, não quero passar por este mico.