18 de março de 2008

Homenagem?

Hoje uma tatuagem me fez refletir.
Eu vi um rapaz que tem tatuado no braço um código de barras e embaixo escrito: “Made in Brazil”
Eu já li essa frase muitas vezes e também não é a primeira vez que a vejo numa tatuagem.
Mas hoje eu achei tudo isso muito contraditório.
Eu penso que para uma pessoa escrever o nome de seu país no corpo, é porque ela tem um certo orgulho de sua nacionalidade.
Certo?
Se a pessoa tem orgulho de ter nascido em seu país, deve se orgulhar também da cultura dele.
To errada?
A língua falada faz parte da cultura e da identidade da nação.
Correto?
Então, se o cara tem orgulho de ser brasileiro, orgulho da cultura brasileira e da língua falada no Brasil, por que não fez uma homenagem em português?
E mais ainda: por que não escreveu Brasil com S?
Será que ele nasceu no Brasil, mas seus pais são ingleses ou norte-americanos?
Ah, ta... acho que ele sempre viaja pro exterior e quer que todo mundo saiba que ele é brasileiro.
Pode ser, né?
Mas se não for, acho tudo isso um paradoxo.
É uma questão de ponto de vista. Brazil parece chique, dá um ar de importado, mas não é nosso, entende?
Mas se é pra ser brasileiro, que seja com S, ora bolas...
Não to querendo dar lição de moral ou aflorar o patriotismo nas pessoas. Longe de mim.
Mas posso dizer que é a mesma coisa que você pegar teu sobrenome, Nogueira, por exemplo, herdado dos pais, os quais você diz ter muito orgulho e amá-los com todo seu coração e sair dizendo que teu sobrenome é Walnut só porque soa melhor.
Eu, na minha humilde opinião, não vejo sentido em tatuar algo escrito em japonês, árabe ou grego se eu não tiver nenhum tipo de ligação com essas nações. No mínimo tem que estudar ou gostar muito da cultura, ter morado no país, ou saber falar a outra língua.
Deve haver algum histórico, marcado sua vida ou coisa parecida.
Foi uma estranha homenagem, mas se o moço quis tatuar a frase supra citada, que seja feliz, afinal foi ele quem pagou a conta e sentiu toda a dor.

4 comentários:

Matheus Carbo disse...

Caraca, é verdade! Nunca parei pra ver isso. Mas enquanto as letras japonesas, tem gente que tatua porque simplesmente acha bonito. Minha professora de artes deu exemplo disso: Um aluno dela "tatuou" a palavra "amor" e foi mostrar pra toda sala, mas, tinha um outro aluno que era especialista em ideogramas japoneses disse que estava tatuado (me desculpem pela palavra) "sexo"

erica disse...

eu não tenho problema com tatuagens de ideogramas, desde que saiba o que está sendo feito e tenha um significado.
made in brazil é fofo mas prefiro feito no brasil ou made in brasil, afinal meu país é com S.
e eu falo e escrevo em português!

natalha disse...

é tão ridiculo como tatuar aqueles desenhos de mafia japonesa, aquelas carpas e tal... concordo, mas tb o que poderiamos tatuar né? a carmem miranda? a bunda da carla perez? o cristo redentor? é... não dá, pra um povo que a cultura se localiza no nordeste não dá pra tatuar um chapeu de cangaceiro, só apelando pra outras culturas mesmo, que é o que se faz mais, não so com tatuagens, mas com tudo... o que é importado é sempre melhor, mesmo que o perfume seja um horror, que asse seu nariz e de necrose nele... vem alguem e diz... ahh meu, importado é o melhor rsrsrs Vamos tatuar borboletas ne, fazer oque...

Anônimo disse...

Concordo em total com vc!Se vc é realmente patriota vc tem que escrever na sua lingua não em uma lingua qualquer e se você gosta de uma lingua pesquise antes de escrever algo que é para sempre,né?

Luiza