19 de agosto de 2008

Histórias de Ônibus Parte VIII

Amigos porção única
Essa expressão é do filme Clube da Luta. O personagem a usa para se referir às pessoas que ele conhece em suas viagens de avião, fazendo referência às porções de comida que são únicas nas viagens, como aquela margarina que vem naquele potinho que só dá para um pão, sabe?
E o que isso tem a ver com os ônibus, Nathalia?
Nos ônibus fazemos vários “amigos porção única”! Tcham!
Você nunca fez?
Precisa pegar mais ônibus então. Ou talvez melhorar a cara...
Muitas vezes acontece assim:
- Nossa, esse ônibus ta cheio, né?
- Ta sim, mas essa hora é assim mesmo. Horário de pico.
- Ah, é? É que eu nunca peguei essa linha essa hora, eu trabalho pro outro lado.
- É, aqui é assim todo dia. Você trabalha onde?
E por aí vai...
Já fiz alguns amigos assim. Nos pontos de ônibus também, desses de trocar telefone, orkut, e-mail, meninos e meninas.
Já encontrei conhecidos, já fingi que não vi alguns porque não estava a fim de conversar.
Tem um deles que eu encontro bem umas 2 vezes por semana há quase um ano. Já sabemos bastante sobre a vida um do outro. Até dividimos o fone de ouvido outro dia.
Só não me pergunte o nome dele porque eu não me lembro. Converso sempre com o menino e não sei o nome dele...
Até tentei um: “ah, você tem que me passar seu e-mail, daí a gente pode conversar mais.”. Vai que no endereço do e-mail tem o nome dele. O problema é se for algo como surfista_1000_grau@blábláblá.com. Não sei mais o que faço. A essa altura do campeonato não terei coragem de perguntar.
Mas é assim: um dia você vai sentar perto de alguém que vai querer conversar, vocês darão risada juntos, falarão mal dos corruptos juntos, reclamarão do trânsito juntos, vai chegar teu ponto, você se despedirá e pronto.
Fez um amigo porção única! Olha que legal!
Mas eu só vejo o lado bom dos amigos porção única: a viagem se torna menos chata, você conhece gente com opiniões variadas sobre assuntos variados, muitos deles você corre um sério risco de voltar a encontrar.
Um dos meus amigos porção única, quando me contou que trabalhava com auditoria contábil, falei pra ele me dar o telefone que eu passaria a uma amiga que queria mudar para essa área da contabilidade.
Pegar ônibus não é só passar nervoso, gente!
Tem seu lado bom, como vocês podem “ler”.
Mesmo que esse lado bom dure apenas meia hora, ou renda um texto para um blog.

2 comentários:

Anônimo disse...

ótimo! hhaha! o debaixo também... com preguiça, posto uma vez só!
Rafa(rafael , o rafa!)

Luiza disse...

Otimo!!!Com certeza ja fiz muitos amigos de porção unica mas nunca em onibus e tambem nunca os reencontrei alias eu peço o MSN e esqueço!!!